Início / Testemunhos e Infidelidades / Pertenço ao grupo das casadas infiéis – Testemunho

Pertenço ao grupo das casadas infiéis – Testemunho

grupo das casadas infiéis

Hoje apresentamos o testemunho da Patrícia (nome fictício), umas das muitas casadas infiéis que fazem parte da nossa comunidade.
Venha conhecer a sua história!

A minha aventura no grupo das casadas infiéis

O meu nome é Patrícia, tenho 34 anos e faço parte das muitas casadas infiéis que existem por aí.
Resolvi contar a minha história porque acho que muita gente ainda não percebe porque existem tantas casadas infiéis e muitas vezes acham que tudo é um mito!
Sou casada com o Paulo há 6 anos. Quando nos casámos ele era muito atencioso comigo, sempre preocupado, sempre querendo conversar, sempre mostrando que me amava e outras coisas que eu mulher adora. Com o passar do tempo, nós já quase não conversamos e quando o fazemos é só sobre as coisas banais do dia a dia. Ele diz que me ama, mas já não faz nada para o provar. Parece que passado um tempo tudo passa a estar garantido e já não é necessário conquistar a mulher. Acontece que as mulheres gostam de se sentir amadas todos os dias e não apenas durante os primeiros tempos. É importante para nós saber que o homem que está ao nosso lado nos dá valor. Nós também sentimos a necessidade de ter aventuras, sentir o desejo!
Lentamente, eu fui ficando cada vez mais infeliz, sentia falta de amor, de carinho, de algum homem que se importasse comigo, nem que fosse apenas para umas horas. Um homem que dissesse que eu estava linda, algo que o meu marido já não me diz, nem mesmo quando eu capricho.
Foi num desses dias tristes que comecei a pesquisar sobre homens que deixam de ligar às mulheres, e num desses artigos encontrei um comentário de uma mulher que dizia ter cedido ao prazer dos encontros extraconjugais e que fazia agora parte do grupo das casadas infiéis. Ela dizia que tinha sido a solução ideal, pois podia ficar com o marido, mas também se podia sentir desejada.
Foi aí que eu decidi experimentar! Como era tudo online era seguro e o meu marido nunca ia descobrir. Agora posso dizer que já faço parte do grupo das casadas infiéis há vários meses, tenho tido imensas aventuras e a minha relação com o meu marido acabou por melhorar muito, porque agora eu sou uma mulher mais feliz.
Estas aventuras são apenas de uma noite, pois eu não estou buscando um amante, mas sim pequenas aventuras. Estas devolvem-me a felicidade sem eu correr o risco de me apaixonar.
Esta foi a solução que funcionou para mim, espero que ajude você também!

Sabe quais são as razões que levam as mulheres a trair?

As mulheres e os homens traem por razões diferentes. Enquanto que os homens têm uma tendência natural para desejar estar com outras mulheres, as mulheres precisam de razões um pouco mais fortes.
A maioria das mulheres trai quando se sente sozinha, com falta de atenção e sem demonstrações de carinho. As mulheres também traem por vingança. Apesar de todas as mulheres gostarem de sexo, elas buscam mais carinho, atenção e desejo.

Veja Também

Traí o meu marido

Traí o meu marido com o melhor amigo dele – Testemunho

Hoje no Casadas Procuram, vamos partilhar o testemunho da Daniela, que traiu o marido com …

6 comentários

  1. Zeca

    Quero uma mulher para o amor dentro de quatro parede sem medo de trair

  2. Cleiton Tavares

    Estou cheio de fetiches e fantasias em cima deste assunto. Alguma de vcs se habilita.

  3. Renato

    Lendo estes testemunhos mim interessei muito pois tenho muitas fantasias que minha esposa não faz na cama algumas de vocês gostaria de um encontro para realizarmos juntos

  4. Luciano

    Quero uma amante bem safada para nos curti a vida

  5. Luciano

    Quero uma amante da bunda grande bem safada. Que more no rio de Janeiro

  6. Jonas

    Sou de SP e acho difícil achar uma linda mulher casada afim de um encontro casual.
    Todos sites são pagos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.